ANIMA UNA – Associação de apoio social e associação de reformado, pensionistas e idosos do Vale D`este vencem a 2ª volta da Liga Boccia Sénior em Braga

posted in: Desporto | 0

Realizou-se, no passado dia 20 de fevereiro, no Pavilhão Desportivo de Lamaçães, a 2.ª e última Volta da Segunda Liga Boccia Sénior Braga 2019/20. A mesma, reuniu 14 equipas provenientes de várias Instituições Particulares de Solidariedade Social do Concelho de Braga (lares, centros de dia, centros sociais e paroquiais, associações sociais, culturais e de reformado, pensionistas e idosos), inscritas no Programa Boccia Sénior Braga, que divididas em duas séries (A e B), compostas por 7 equipas cada, disputaram jogos entre si a duas voltas.

Nesta segunda volta, a equipa da ANIMA UNA – Associação De Apoio Social, Bicampeã em título da 2.ª Liga, a disputar a série A, mostrou uma vez mais a sua superioridade ao vencer 10 dos 12 jogos disputados conseguindo, assim, manter a 1.ª posição da 1.ª volta e sagrar-se vencedora da Série A.

Na 2.ª posição e 3.ª posição ficaram, respetivamente, a equipa da ACARE – Associação de Apoio à Reabilitação de Braga e o Centro Social de Cunha – Associação de Pais e Amigos da Freguesia de Cunha (APAF Cunha). Apesar de numa fase inicial da prova se encontrarem em igualdade de pontos, uma vez utilizado o 2.º critério de desempate (diferença entre pontos marcados e sofridos), a equipa do A APAF Cunha viu a equipa da ACARE “roubar-lhe” o segundo posto da classificativa geral que havia conquistado na 1.ª volta.  Na 4.ª posição, e apenas a uma vitória (2 pontos) do 2º e 3.º classificados da prova, ficou a equipa do Real Centro Sénior.

As equipas do Centro Social da Paróquia de Adaúfe, Centro Social e Paroquial de Mire de Tibães e a Santa Casa de Misericórdia de Braga, que na época 2019/20 tinham sido promovidas à Série A, obtiveram, respetivamente, o 5.º, 6.º e 7.º lugar da classificativa geral. Em sequência desta classificação, serão despromovidas à série B na próxima época 2020/21.

 No que respeita à série B, o grande equilíbrio a que pudemos assistir na 1.ª volta, onde apenas uma vitória (2 pontos) separava o 1.º do 5.º classificado, voltou a persistir nesta 2.ª Volta. No entanto, a grande vencedora desta 2.ª volta foi a equipa de Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos do Vale D’Este (ARPIVE) – Lar de Celeirós, que depois de erminar a 1.ª volta na 4.ª posição, acabou por conquistar o 1.º lugar da prova. A equipa que pautou por maior regularidade nas duas voltas foi a equipa do Centro Cultural e Social de Santo Adrião. Depois de ter terminado a 1.ª volta na 3.ª posição, conseguiu conquistar o 2.º lugar na 2.ª volta.

De realçar, também, o grande desempenho, da ATIP – Associação Amigos da Terceira Idade de Palmeira (Lar de Palmeira), que depois de concluir a 1.ª volta na 5.ª Posição, terminou a 2.ª volta na 3.ª posição da classificativa geral.  Outra das equipas sensação nesta 2.ª volta foi a Casa do Areal que recuperou 3 posições na classificação geral. Após ter concluído a 1.ª volta na última posição (7.º lugar), acabou por terminar a prova na 4.ª posição.

As equipas promovidas à série A na próxima época 2020/21 são as equipas da Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos do Vale D’Este (ARPIVE) – Lar de Celeirós, o Centro Cultural e Social de Santo Adrião e a equipa da ATIP – Associação Amigos da Terceira Idade de Palmeira (Lar de palmeira).

  prova, coadjuvada por elementos da Secção de Boccia do Sporting Clube de Braga e por Técnicos Desportivos afetos ao Programa, teve o apoio do Banco Local de Voluntariado de Braga e dos Estagiários do Curso Profissional “Técnicos(as) de Organização de Eventos” da Esprominho – Escola Profissional do Minho. A arbitragem esteve a cargo dos praticantes que integram a Primeira Liga Boccia Sénior Braga. Os Bombeiros Sapadores de Braga zelaram pela segurança de todos os participantes.

Na cerimónia de entrega de prémios estiveram presentes a Dr.ª Sameiro Araújo – vice-presidente da Câmara Municipal de Braga, a Dr.ª Goreti Machado – Presidente da União de Freguesias de Nogueira, Fraião e Lamaçães e um representante do Banco Local de Voluntariado de Braga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *